Os sistemas integrados de gestão empresarial, ou ERPs, são essenciais para o funcionamento das empresas e possuem dados extremamente importantes sobre o seu negócio. Sendo assim, tirar o servidor do seu ERP do on premises e levar para a nuvem pode te causar certo receio. Mas pode ficar tranquilo. Nesse artigo, vamos te dar algumas dicas para que a migração do seu ERP seja feita sem maiores problemas!

1 – Planejamento

É importante levar em consideração qual o fabricante que você está trabalhando e quais são os requisitos para o funcionamento pleno dele. Também é essencial saber se a versão do seu ERP é homologada para funcionar em nuvem. Assim, é possível entender as integrações que serão necessárias, o impacto que a migração irá causar e garantir a compatibilidade do sistema com a nuvem.

2 – Rode os dois ambientes paralelamente por um tempo

Para garantir que seu sistema está funcionando corretamente e evitar a perda de dados ou o mal funcionamento, mantenha seu servidor on-premises por pelo menos três meses, variando de acordo com sua regra de negócio. Assim você terá a certeza de que seu sistema está funcionando perfeitamente na nuvem antes de finalizar o processo de migração.

3 – Suba os dados de forma segura

Não importa se você utilizar SSL, HTTPS, subir via VPN, criptografar os dados etc. Proteger seus dados é essencial na migração para que eles não caiam em mãos erradas. Algumas ferramentas de data migration podem ajudar nesse processo e evitar o vazamento do seu banco de dados.

4 – Paciência

Projetos de T.I de uma maneira geral levam tempo. É necessário testar todo o ambiente e ter certeza que tudo está funcionando como deveria, além de ter o menor impacto possível para o usuário. Além disso, falhas e erros são comuns no processo de implementação. É necessário ter paciência para que a equipe de T.I consiga realizar a migração, a configuração e toda a homologação do ambiente para que tudo funcione perfeitamente. Em média, esse tipo de projeto leva 6 meses para ser implantado em empresas do porte corporate/enterprise.

 

Outras dicas sobre migração para nuvem

Além de migração de ERPs, também falamos sobre migração de websites e de bancos de dados para a nuvem em nosso Café Tech #1, “As Verdades sobre a Migração para Nuvem”. Quem conversou conosco sobre esses assuntos foi Luciano Bernardes, que é um especialista “mão na massa”. Ele já conduziu projetos relevantes como a migração do ERP (SAP) em ambientes críticos para a nuvem e substituição de PABX para comunicação unificada em grandes corporações, por exemplo. Assista ao Café Tech #1 agora, clicando aqui.

 

Migre agora seu servidor ERP para a nuvem

Nossa equipe de especialistas está preparada para auxiliar sua empresa para tirar seu sistema ERP do servidor on premises e levar para a Azure, a nuvem da Microsoft. Clique aqui e entre em contato conosco!