Em um mundo cada vez mais tecnológico, a utilização de ferramentas digitais se tornou ainda mais indispensável. Ferramentas de comunicação, armazenamento de arquivos, acesso à Internet e compartilhamento de informações são peças fundamentais para o funcionamento de qualquer empresa. 

Hoje, o grande desafio é estruturar esse funcionamento com qualidade mas com investimentos adequados à realidade. Os custos para montar uma infraestrutura de TI podem ser altos e nem sempre são os mais indicados para o seu negócio. 

Neste post, separamos algumas dicas do que não pode faltar na sua infraestrutura, como economizar e ainda assim tirar o melhor proveito do seu investimento. Acompanhe:

Identifique a sua necessidade de infraestrutura de TI

O passo principal para identificar qual o melhor investimento para o seu negócio é a análise de necessidades de TI da empresa. Alguns fatores de grande importância são:

  • Quantidade de máquinas da empresa;
  • Velocidade de acesso à Internet;
  • Quais softwares serão utilizados e em quantos computadores;
  • A necessidade de compartilhamento de arquivos;
  • Custos de manutenção e instalação;
  • Custos de aquisição.

Após uma análise técnica, é possível determinar qual será o investimento mais eficiente com o melhor custo benefício. Embora os provedores de internet estejam ampliando suas ofertas de serviço e realizando grandes investimentos de cobertura, há algumas áreas que ainda apresentam precariedade de oferta. 

É importante ressaltar que mesmo com a utilização das estruturas físicas, o ambiente de rede em nuvem oferece diversas vantagens e pode ser utilizado juntamente com os servidores próprios das empresas. 

1. Hardwares

Embora por muito tempo a utilização de redes físicas internas tenha sido a base para a estruturação de uma empresa, a utilização de sistemas em nuvem tem se tornado cada vez mais atrativa. 

Sistemas como Azure, por exemplo, oferecem uma gama de serviços para diversas áreas, inclusive substituindo a necessidade de aquisição de servidores físicos, conexão via cabeamentos, backups automáticos, manutenções constantes e reduz significativamente a quantidade de erros de conexão gerados pelas conexões via servidores físicos.

O sistema, além de fornecer serviços de armazenamento, que substitui os servidores físicos locais, possui aplicabilidades de rede, compartilhamento, banco de dados e até execução de mídias e softwares. 

2. Softwares

Outro grande desafio na busca por redução de custos é a necessidade de aquisição de softwares. Uma empresa com trinta computadores, por exemplo, necessita de sistema operacional para todas, além de softwares de trabalho. Tradicionalmente, a solução seria a aquisição de uma licença por máquina, o que gera um custo alto e a necessidade de configuração manual de cada usuário. 

Algumas empresas como a Microsoft oferecem opções de compra de múltiplas licenças de aquisição, tal como o Microsoft 365 Business. Por meio de ofertas como essa, o comprador se beneficia pagando valores mensais pela utilização dos softwares adquiridos e com valores significativamente menores. 

3. Segurança

A segurança é um quesito chave na montagem de qualquer infraestrutura de TI, seja com sistema de armazenamento e funcionamento por nuvem ou por meio de servidores físicos. Na utilização de estruturas físicas, por exemplo, a máquina gerenciadora da rede é protegida por softwares de firewall, antivírus, e geralmente não é utilizada para outras finalidades. 

Nos sistemas de nuvem, como mencionado acima, as próprias fornecedoras dos espaços de armazenamento e funcionamento já oferecem segurança própria, com garantia de segurança e recuperação de dados, configurações e personalizações de acesso, entre outras funcionalidades.

Como reduzir custos com a infraestrutura de TI

Os investimentos em tecnologias de infraestrutura de TI por meio de tecnologias em nuvem apresentam, geralmente, custo-benefício consideravelmente melhor, especialmente em empresas de pequeno e médio porte. 

A tecnologia dispensa a necessidade de configuração por máquina, aquisição de servidor físico, obras para cabeamento e horas de mão de obra técnica para a configuração. Na aquisição de licenças, como a do Microsoft 365 Business, o custo também é reduzido e não há a necessidade de um especialista para a instalação e configuração. 

O mundo gira em torno de conectividade e comunicação em tempo real, seja por envio e recebimento de dados por meio de uma rede física ou virtual, mensagens instantâneas ou compartilhamento de arquivos. 

Há uma necessidade cada vez maior de sincronização de ambientes de trabalho, maior controle de atividades, disponibilidade de ferramentas e facilidade de utilização. 

Embora alguns investimentos possam parecer desnecessários inicialmente, a montagem de uma infraestrutura de TI eficiente, da mais simples à mais complexa, traz facilidade e agilidade a todos os processos realizados dentro dos ambientes empresariais, além de economia robusta em médio e longo prazos. 

Gostou da nossa matéria? Clique aqui e acompanhe mais um artigo sobre a tecnologia no ambiente empresarial e as vantagens dos investimentos.