A digitalização desempenhou um papel vital na maneira como as empresas operam e está moldando a jornada de transformação

Os concorrentes estão usando a tecnologia para reduzir seus custos e aumentar a escala. Os funcionários exigem locais de trabalho modernos para mantê-los envolvidos. Tendências sociais, internet e modelos de negócios inovadores que ofereçam mais opções para os clientes finais.

Todos esses fatores pressionam por soluções redefinidas e de última geração para apoiar as estratégias de negócios. Agora, o foco é proporcionar uma experiência maravilhosa aos clientes e funcionários.

Employee Experience: a nova experiência do cliente

Quem trabalha em TI há algum tempo, pode estar cansado de ouvir sobre a experiência do cliente e a experiência do funcionário. As empresas estão competindo para fornecer incríveis experiências aos clientes, em todo o seu ciclo de vida. Todo mundo, do marketing ao desenvolvimento e suporte do produto, está envolvido, e é preciso muito trabalho para acertar.

Mas e a experiência dos funcionários? Como é trabalhar para a sua empresa? No geral, é uma experiência positiva, contínua e gratificante? Ou é uma cultura tóxica, cheia de atritos e negatividade?

A experiência do cliente chamou a atenção por muitos anos, mas as organizações estão começando a perceber que a chave para uma experiência do cliente excepcional é pregar a experiência do funcionário (ou Employee Experience) em primeiro lugar. Afinal, funcionários satisfeitos têm mais probabilidade de criar clientes satisfeitos.

A experiência do funcionário é a soma de tudo o que um empregado experimenta durante toda a sua conexão com a organização.

Existem muitas características semelhantes entre a experiência do cliente e a experiência do funcionário. A experiência do cliente é a percepção que um cliente tem da sua organização, enquanto a experiência do funcionário é a percepção que um funcionário tem da sua organização. Ambos são importantes para atrair e reter consumidores e talentos.

Uma boa experiência dos funcionários promove o sucesso da equipe, não apenas o da empresa. É preciso fornecer as ferramentas, o ambiente e a cultura para que os funcionários da organização façam seu trabalho da melhor maneira possível. 

Quando os funcionários vencem, os clientes vencem e, quando os clientes vencem, a organização é bem-sucedida. Mas o que isso significa na prática?

Qual a base de uma boa experiência do funcionário?

Segundo um estudo sobre produtividade global, o funcionário médio perde cerca de 69 dias no ano em tarefas repetitivas e de baixo valor que poderiam ser automatizadas. 

A narrativa predominante é que a automação eliminará grandes categorias de empregos em todos os setores. No entanto, soluções de software inteligentes também podem ajudar funcionários a serem mais produtivos, eliminar tarefas desnecessárias e permitir que sejam mais focados e realizados no trabalho.

Veja mais >> A tecnologia é uma ameaça no ambiente de trabalho?

A automação pode remover os processos redundantes de rotina que consomem tempo e energia. À medida que a forma como trabalhamos continua a evoluir, a automação desempenhará um papel crítico na atração e retenção de funcionários de qualidade. 

A geração Y, daqueles nascidos após os anos 2000, classifica a oportunidade de aprender e crescer como o fator mais importante que eles procuram em um novo emprego, de acordo com um relatório da Gallup. 

Pesquisas também mostram que mais de um quarto dos funcionários de organizações de médio e grande porte citam a tecnologia insuficiente como a principal causa de desgaste.

Felizmente, o uso crescente da inteligência artificial e da análise em tempo real está simplificando o aprendizado e o desenvolvimento, eliminando a necessidade de que um funcionário seja especialista em TI para explorar o poder dos dados ou criar aplicações que simplifiquem seu trabalho.

Isso permite que eles transformem a carga de trabalho de tarefas puramente mundanas para tarefas que exigem criatividade e julgamento diferenciado. 

Em suma, quando os empregadores fornecem um ambiente de trabalho que vai além das tarefas tediosas para atender às necessidades dos funcionários, especialmente em termos de oportunidades de aprendizado e crescimento, esses funcionários têm muito mais probabilidade de ir além.

O que é a Power Platform e como ela impulsiona a experiência do funcionário?

Historicamente, o desenvolvimento de aplicações e soluções automatizadas era exclusividade de alguns poucos desenvolvedores, tornando a opção cara e inflexível para muitas empresas.

No entanto, a última inovação e investimento no grupo Microsoft Business Application, a Power Platform, chegou para democratizar a criação de apps que melhorem a experiência interna do funcionário e, consequentemente, a experiência do cliente.

A Power Platform consiste em um conjunto de serviços, conectores e plataforma de dados que fornecem um ambiente de desenvolvimento rápido para criar aplicativos personalizados para as necessidades dos negócios.

Ela unifica três sistemas: o Microsoft Power BI, Power Apps e Power Automate (anteriormente conhecido como Microsoft Flow). Individualmente, esses aplicativos atendem a necessidades comerciais específicas, mas juntos eles fornecem uma plataforma poderosa para as pessoas acessarem, analisarem, agirem e automatizarem seus dados com facilidade. 

Anteriormente, esses serviços e soluções — seja desenvolvimento de aplicativos, automação de processos ou mesmo análise de dados — estavam em grande parte nas mãos da TI. 

Os usuários corporativos normalmente criavam uma solicitação de TI para ajudar a automatizar um processo e precisavam aguardar que o pedido fosse atendido por um especialista antes que algo pudesse ser construído e liberado para produção.

A Power Platform foi projetada para dar poder a esses usuários. Com o Power BI, o Power Apps e o Power Automate, usuários não técnicos podem criar aplicativos simples ou visualizações de dados com pouco (low-code) ou nenhum código (no-code). 

Essas pessoas podem criar soluções pontuais rápidas e eficazes usando o SharePoint como fonte de dados. Isso coloca mais poder em suas mãos. O uso da Power Platform pode ser um grande passo à frente no que diz respeito à capacitação da TI de autoatendimento e à transformação digital.

Common Data Service: o repositório de dados da Power Platform

A plataforma Microsoft Power reúne todos os seus dados em um modelo de dados comum. Cada componente da Microsoft Power Platform é construído no Common Data Service for Apps (CDS). 

Embora o SharePoint seja uma fonte de dados comum para empresas que desejam aproveitar os recursos da Power Platform, está longe de ser a única fonte de dados disponível com esse conjunto de recursos.

As empresas com dados mais estruturados podem criar sobre o Common Data Service. É essencialmente a plataforma que unifica o esquema de dados e permite que todos os aplicativos e serviços conversem entre si. 

Com o Power Platform, você pode definir o modelo de dados a partir de uma ampla variedade de opções, tais como:

  • Microsoft Office applications (Excel, Outlook etc.);
  • Common Data Service;
  • SQL Server;
  • OneDrive;
  • Dropbox.

Isso torna essas ferramentas poderosas o suficiente para os desenvolvedores usarem ao criar soluções mais complexas, incluindo aquelas que usam funções do Azure

Os pilares da Power Platform

Agora, vamos nos aprofundar um pouco mais nos três grandes aplicativos de negócios da Power Platform: Power BI, Power Apps e Power Automate.

Power BI: analyze

O PowerBI é um serviço de inteligência de negócios. Ele permite que as organizações tomem decisões de negócios com base em dados e fatos, não em opiniões.

Usando dados armazenados no CDS ou em outros bancos de dados, os usuários podem criar relatórios e painéis informativos em questão de minutos. O objetivo é exibir dados importantes sobre vendas, atendimento ao cliente e outras funções comerciais. 

Esses painéis e relatórios podem ser publicados em sites, no SharePoint ou em equipes e em aplicativos. Também é possível combinar múltiplas fontes de dados em um único modelo, o que permite ver o quadro geral em determinada área da empresa ou na organização como um todo.

Uma melhoria recente aqui é a personalização para usuários finais. Esse recurso permite que o usuário ajuste um modelo de visualização com base em suas necessidades e o marque como favorito para usar em outros relatórios depois.

Power Apps: Act

Power Apps é uma plataforma low-code que facilita o desenvolvimento e ampliação de aplicações. Ele permite que usuários sem conhecimentos avançados de codificação criem apps rapidamente, que podem ser utilizados em tablets ou smartphones, para resolver a um problema de negócios específico.

Por exemplo, imagine que você precise criar um app para que representantes possam inspecionar lojas franqueadas da sua empresa. Um aplicativo pode ser criado pelo Power Apps para que fique disponível nos telefones dos representantes. O representante, então, visitaria a loja franqueada e preencheria pelo seu smartphone os dados, que seriam armazenados no CDS.

O Power Apps pode conectar-se ou apresentar dados de aplicativos comerciais, como Dynamics 365 ou Office 365 (incluindo SharePoint, Outlook, OneDrive). Também é compatível com aplicativos de terceiros como o Dropbox e se integra perfeitamente aos outros aplicativos da Power Platform.

Um dos benefícios mais poderosos do Power Apps é a capacidade de publicar instantaneamente o aplicativo para sua empresa. Os usuários podem acessar o novo aplicativo por meio do aplicativo Power Apps no telefone.

Por meio dessa ferramenta, as pessoas estão mudando a maneira como trabalham e interagem com seus dados diariamente. Feito corretamente, o Power Apps oferece uma solução fácil para problemas complexos.

Power Automate: Automate

O Power Automate (anteriormente chamado de Microsoft Flow) é um serviço que permite criar fluxos de trabalho automatizados entre aplicativos e serviços de terceiros. Você pode pensar no Power Automate como seu assistente pessoal, que automatiza tarefas manuais e repetitivas para que você possa pensar estrategicamente.

Existem mais de 200 apps e serviços, incluindo o Common Data Service, que trabalham com o Power Automate hoje, e o número está só crescendo. Os fluxos de trabalho criados podem integrar e atualizar dados, sincronizar arquivos, enviar notificações e muito mais.

Assim como no Power Apps, o Automate permite que usuários com diferentes níveis de conhecimento em codificação criem fluxos de trabalho automatizados. 

O Power Automate também pode ser usado para automações de processos de negócios específicas, conectando vários aplicativos. 

Por exemplo, seu departamento de marketing pode otimizar as comunicações em aplicativos de mídia social usando o Power Automate para twittar algo ou postar um vídeo do YouTube que depois vai para o Facebook.

Ao configurar gatilhos, alertas, e-mails automatizados e notificações push com o Power Automate, você e sua equipe podem economizar tempo e otimizar seus processos.

Aproveite e veja também como automatizar processos no Power Automate no vídeo abaixo:

Os benefícios da Power Platform para sua empresa

A Power Platform fornece integração simplificada entre processos e aplicativos, para que desenvolvedores e usuários possam se concentrar em atender aos requisitos e obter insights. 

Veja abaixo os principais benefícios que a plataforma proporciona para sua empresa, seus funcionários e seu cliente:

  • Foco no cliente: a Power Platform traz dados de diferentes fontes, canais e modelos de aplicativos, utiliza conectores para unificar serviços e nos capacita a arquitetar soluções com foco em clientes e não em transações;
  • Maior visibilidade: as ferramentas de negócios da Power Platform permitem obter uma visão de 360 graus da empresa ou de cada processo de negócios, conforme e quando necessário;
  • Otimização de processos: o insight contextual gerado pela Power Platform ajuda os funcionários a entender melhor as necessidades dos clientes e a tomar as ações apropriadas para atender às suas próprias demandas;
  • Aumento da produtividade: a Power Platform facilita a automação de processos de negócios e automatiza tarefas rotineiras, aumentando a produtividade e a eficiência;
  • Visualização de dados: o Power BI facilita a extração de dados através dos seus dashboards, que permitem maior controle gerencial e uma melhor tomada de decisão.

Conclusão

A flexibilidade e o poder da Microsoft Power Platform permitem co-criar experiências junto com seus funcionários e clientes. A plataforma é fácil de provisionar e configurar, o que te dá mais agilidade para entregar soluções que realmente tragam valor à empresa.

Como a Power Platform fornece uma abordagem no-code / low-code, ela fornece aos usuários finais o poder de implementar seu próprio modelo de dados, formulários, visualizações e regras de negócios, criando uma solução exclusiva para atender aos seus requisitos. 

A BHS pode te ajudar com a integração dos serviços oferecidos pela Power Platform. Entre em contato conosco e saiba como!