A tecnologia da informação está se tornando o setor que mais gera empregos. Segundo dados do LinkedIn, das 10 profissões mais procuradas pelas empresas em 2019, 7 são da área de TI. Com a alta demanda, o número de profissionais nessa área continua crescendo. Mais e mais trabalhadores estão se unindo à força de trabalho e tentando avançar em suas respectivas carreiras. 

Se por um lado isso traz às empresas a oportunidade de contar com um ótimo quadro de profissionais, por outro aumenta a concorrência para quem quer ter sucesso em sua carreira. Para subir as escadas do sucesso, os profissionais de TI precisam ter um fator extra que os diferencie no meio da multidão.

Mas o que isso significa? Com tantas ferramentas disponíveis para ajudar a aumentar a produtividade no ambiente de trabalho e entregar mais, como o profissional de TI pode se capacitar para criar vantagem competitiva?

No post de hoje, vamos discutir como o mercado de TI tem evoluído para te mostrar como melhorar sua produtividade e ser bem-sucedido! Vamos lá?

O profissional de TI: o que o mercado espera

O mercado de TI continua em pleno crescimento. Segundo o relatório do LinkedIn, as posições de Cientista de Dados e Especialista em Inteligência Artificial continuam a crescer — e o que é mais interessante, elas crescem em todas as indústrias.

Os principais fatores que impulsionam a evolução dos cargos e funções de TI incluem a comoditização da tecnologia, além de uma base cada vez maior de novos funcionários tecnologicamente experientes e bastante acostumados a fazer com que a tecnologia desempenhe um papel de fundo em praticamente tudo.

Hoje, existe menos necessidade de programadores e desenvolvedores, porque tecnologias como low-code estão tornando essas atividades acessíveis para pessoas de diferentes níveis de conhecimento.

A TI não é mais uma especialidade atualmente. Ela é integrada a qualquer trabalho que os profissionais precisam realizar e, portanto, as posições de TI atuais exigem mais do que habilidades técnicas puras.

Por exemplo, se você é apenas um bom programador, pode ficar para trás na corrida pelas melhores posições. Mas se você esteve em uma equipe de desenvolvimento de aplicativos e trabalhou com um parceiro de negócios para facilitar os objetivos da empresa, você tem uma grande vantagem.

O departamento de TI não possui o mesmo formato que antes. Em vez de um time completamente operacional, as empresas buscam agora uma equipe de tecnologia que se preocupe em como facilitar a conquista dos objetivos de negócios da organização. Muito do que a TI fazia antes, hoje é feito por tecnologias próprias ou por empresas terceirizadas, especializadas naquilo que fazem. 

Há dez anos, uma empresa contrataria desenvolvedores experientes para fazer a integração entre dois aplicativos. Agora, o middleware faz esse trabalho sozinho. Desenvolvedores experientes ainda são necessários em uma empresa, mas não para questões puramente técnicas, e sim para pensar em como atingir objetivos de negócios.

Com essa mudança em mente, os cargos de TI e as habilidades para preenchê-los mudaram. Habilidades de comunicação, gestão e relacionamento com clientes passaram a ser fundamentais. Mas não só isso: a produtividade no ambiente de trabalho e o desenvolvimento das chamadas soft skills são pontos-chave considerados pelos recrutadores.

A importância das habilidades pessoais para a TI

A tecnologia da informação (TI) é um amplo campo com diferentes cargos. Alguns são engenheiros com doutorado e outros são graduados do ensino médio, ajudando uma secretária a instalar software em seu computador. Independentemente disso, aqueles que trabalham com TI geralmente esquecem que não é suficiente conhecer todas as habilidades técnicas e ter proficiência em programação.

As descrições de cargos de hoje geralmente exigem que os profissionais de TI interajam com outras pessoas, gerenciem recursos e até liderem empresas em nível executivo. Mesmo se você tiver habilidades técnicas sólidas, os empregadores avaliarão suas habilidades pessoais, também conhecidas como soft skills, à medida que você avança no processo de contratação.

As soft skills são atributos pessoais que influenciam o quão bem você pode trabalhar ou interagir com outras pessoas. Essas habilidades facilitam o relacionamento interpessoal, criam confiança e confiabilidade. Em essência, elas são essenciais para o seu sucesso no local de trabalho, o sucesso da sua empresa e sua vida pessoal.

A maioria das interações com outras pessoas exige algum nível de soft skills. Em uma empresa, você pode estar negociando para ganhar um novo contrato, apresentando sua nova ideia aos colegas, criando redes para um novo emprego e assim por diante. Usamos soft skills todos os dias no trabalho e o desenvolvimento delas ajudará você a ganhar mais negócios e a acelerar sua progressão na carreira.

 

Por outro lado, a falta de habilidades pessoais pode limitar seu potencial. Com o desenvolvimento de fortes habilidades de liderança, delegação, trabalho em equipe e comunicação, você pode executar projetos com mais tranquilidade, entregar resultados que agradam a todos e até influenciar positivamente sua vida pessoal, melhorando a maneira como você interage com os outros.

Vamos dar uma olhada em alguns exemplos específicos que apóiam a importância das soft skills.

1. Progressão e promoção de carreira

O iCIMS Hiring Insights constatou que “94% dos profissionais de recrutamento acreditam que um funcionário com habilidades sociais mais fortes tem mais chances de ser promovido para uma posição de liderança do que um funcionário com mais anos de experiência, mas habilidades sociais fracas”. 

Isso mostra que tornou-se vital o desenvolvimento dessas habilidades se você quiser progredir em sua carreira, pois elas o diferenciam dos outros na entrevista e no trabalho.

2. O local de trabalho moderno é interpessoal

O ambiente de trabalho moderno mudou. O relacionamento com chefes e colegas é muito mais valorizado atualmente. Saber escutar, trabalhar em equipe e apresentar ideias de forma clara e concisa permitem que o local de trabalho seja mais produtivo e saudável. As habilidades sociais são essenciais em um mercado que está cada dia mais competitivo.

3. Clientes também exigem habilidades pessoais

Atualmente, os consumidores têm um grande número de opções de onde comprar, impulsionados pela internet e por smartphones. Para esses consumidores, é fácil encontrar comodidade e preços baixos; portanto, o atendimento ao cliente é frequentemente o que influencia a escolha por um negócio específico.

A comunicação humana com clientes passou a ser um grande diferencial para fechar vendas, e não somente para vendedores, mas para todos na organização.

4. O futuro local de trabalho dependerá de habilidades sociais

Automação e Inteligência Artificial resultarão em uma proporção maior de empregos que dependem de habilidades sociais. Os avanços na tecnologia tornou as habilidades sociais um diferenciador chave no local de trabalho. Um estudo da Deloitte Access Economics prevê que “as ocupações intensivas em soft skills serão responsáveis ​​por dois terços de todos os empregos até 2030”.

 

À medida que o custo dos robôs diminui e o desempenho da Inteligência Artificial melhora, trabalhos operacionais tornam-se automatizados, tornando as soft skills o grande diferencial do profissional de TI.

5. Soft skills são difíceis de automatizar

Seguindo o ponto anterior, é difícil automatizar habilidades sociais, como inteligência emocional, e dificilmente elas serão automatizadas em breve. Isso significa que essas competências devem se tornar mais desejáveis ​​no futuro próximo. Como os computadores são muito pobres em simular a interação humana, as soft skills ainda são muito importantes.

Quais habilidades pessoais são importantes para a TI?

Veja abaixo quais são as soft skills mais valorizadas pelo mercado em profissionais de TI:

Comunicação

Foi-se o tempo em que o profissional de TI era considerado um nerd sem habilidades sociais. Hoje, saber se comunicar é tão importante quanto saber escrever uma linha de código. 

Seja para escrever e-mails para outros colegas e clientes, redigir documentos ou criar apresentações para aprovar um projeto junto à diretoria da empresa, a comunicação, seja verbal ou escrita, é parte chave do profissional de TI do futuro.

Você precisa saber explicar processos técnicos de forma clara para pessoas que, muitas vezes, não possuem o mesmo conhecimento técnico que você. Também, precisa de habilidades comunicativas que te permitam conquistar apoio para suas ideias e projetos.

  • Comunicação oral
  • Comunicação escrita
  • Concisão
  • Colaboração

Criatividade

A TI de hoje é muito mais estratégica e menos operacional. Ela está presente em quase todos os processos empresariais e é utilizada como forma de eliminar problemas e tornar tarefas mais eficientes.

Para isso, profissionais de TI precisam antecipar soluções e necessidades daqueles que dependem da tecnologia para realizar seus trabalhos. A chave para isso está na criatividade, imaginação e em habilidades analíticas que permitam conceber soluções exclusivas.

  • Imaginação
  • Visão de futuro
  • Solução de problemas
  • Estratégia
  • Mente aberta
  • Habilidades analíticas

Determinação

Os projetos de TI podem ser interrompidos devido a uma variedade de problemas: problemas financeiros, problemas com fornecedores, problemas com software, hardware ou processos, falta de trabalho em equipe ou por muitos outros motivos.

Independentemente dos obstáculos encontrados, o profissional de TI precisa ter determinação para continuar e alcançar o objetivo final. Possuir um cronograma e orçamento realistas ajuda a evitar riscos — no entanto, é preciso estar preparado para que eles aconteçam.

  • Resiliência
  • Gestão de projetos
  • Argumentação
  • Solução de problemas
  • Reestruturação
  • Melhoria de processos

Flexibilidade

Como falamos no tópico anterior, problemas acontecem. Seja um fornecedor que não cumpriu o combinado ou um cliente que pediu mudanças de última hora. O profissional de TI precisa ser flexível para se adequar aos imprevistos que surgirem pelo caminho.

Juntamente com a criatividade, a flexibilidade te permite encontrar soluções para os contratempos em um projeto. Você também deve estar aberto a receber sugestões, seja dos clientes ou de colegas da equipe. 

  • Aprendizado rápido
  • Adaptabilidade
  • Priorização
  • Pensamento rápido
  • Atenção aos detalhes

Liderança

O espiríto de liderança é umas das habilidades mais valorizadas em todos os mercados, e na área de TI não seria diferente. Como profissional de tecnologia, é comum que, mesmo que não esteja em um cargo de gerência, você tenha que liderar projetos.

Por isso, é essencial que saiba delegar tarefas, incentivar uma equipe e se comunicar com clientes e fornecedores, sempre com foco nos objetivos de negócios da empresa. Essas habilidades serão valorizadas quando oportunidades melhores surgirem.

  • Trabalho em equipe
  • Tomada de decisão
  • Encorajamento
  • Integridade

Negociação

Não importa seu cargo — você precisa saber negociar com outras pessoas, desde para colaborar com outros departamentos ou para conseguir financiamento para um projeto. A capacidade de se comprometer com um acordo que seja bom para as duas partes também é valorizada, principalmente para aqueles que almejam um cargo de gestor.

  • Comprometimento
  • Sensibilidade
  • Gestão de conflitos

Apresentação

Saber falar em público é um diferencial. Você precisa ser capaz de articular bem suas ideias, seja em uma reunião para poucas pessoas ou em uma palestra para toda a empresa. 

Mesmo que você tenha ideias ótimas, elas não serão aproveitadas se não souber como apresentá-las para os outros. É importante não só saber comunicá-las bem, como também trabalhar com ferramentas de apresentação que melhorem sua didática.

  • Didática
  • Falar em público
  • Articulação
  • Habilidades de vendas

Conclusão

As habilidades apresentadas neste artigo envolvem objetivos que parecem adequados para todos os profissionais de TI. Algumas das habilidades são simples, mas algumas levam tempo e maturidade para serem totalmente compreendidas. 

Estamos entrando rapidamente em um mundo em que o trabalho que fazemos parece radicalmente diferente do que fazíamos uma década atrás, um ano atrás ou até ontem. A IA e a automação estão mudando a natureza do trabalho para se concentrar mais nas próprias qualidades e talentos que nos tornam humanos. 

Para ter sucesso no futuro, precisamos adotar essas habilidades, procurá-las ao contratar profissionais e nutri-las como gestores dentro do próprio time.

E você? Quer continuar recebendo dicas para crescer na sua carreira? Assine nossa newsletter e receba diretamente no seu e-mail!